Mergulho na Madeira

O arquipélago das duas ilhas da Madeira ganhou recentemente o "World's Leading Island Destination". São necessários apenas 15 minutos para dar a volta à Ilha da Madeira. Embora pequeno, pode apreciar a bela paisagem montanhosa, a cidade do Funchal, caminhar ao longo de uma "Levada" e mergulhar ou nadar em águas cristalinas. A ainda mais pequena ilha do Porto Santo é famosa pelos seus 9 km de praia de areia branca rodeada de águas turquesa. Jacques-Yves Cousteau disse uma vez que encontrou aqui algumas das "águas mais limpas do mundo". Mergulhar no arquipélago da Madeira em Portugal é nada menos do que espectacular. As águas cristalinas e límpidas, com um cenário vulcânico dramático, oferecem aos mergulhadores uma grande oportunidade de ver uma riqueza de vida marinha escondida entre o fundo rochoso. As temperaturas da água oscilam entre os 17ºC no Inverno e os 25ºC no Verão. Ainda assim, mesmo no dia mais frio, mergulhar na Madeira vale bem a pena, pois traz consigo grandes encontros pelágicos e emocionantes. A vida marinha da Madeira não é a única coisa que atrai mergulhadores de todo o mundo. O Eco Parque e a Reserva Natural Marinha do Garajau albergam excelentes mergulhos em naufrágios como o Bowbelle, o Pronto e o Afonso Cerqueira. Dotada de dois dos melhores naufrágios do mundo, a ilha irmã da Madeira, Porto Santo, é o lar dos naufrágios da Cordeca e da Madeirense, onde a visibilidade média é de 40m.

Locais de Mergulho a visitar na Madeira

Lugares em destaque na Madeira

Encontros de Vida Selvagem na Madeira

Com a vida selvagem a atrair os Açores, o arquipélago da Madeira é um dos maiores santuários de baleias do mundo com excelentes oportunidades de observação de baleias acima e abaixo da água durante todo o ano; contudo, a melhor altura para ver baleias e golfinhos é entre Abril e Outubro. A pequena ilha das Desertas tem uma das maiores colónias de leões marinhos do mundo, pelo que mergulhar na Madeira quase garante avistar estes pinípedes brincalhões. Outra vida marinha na Madeira inclui peixes de recife coloridos como o pavão e o arco-íris, a dourada, o dourado, o robalo, o papagaio e o peixe-espada, além de muitos tubarões, arraias e barracudas.